Restaurar os objetos técnicos – a obra de Jean Prouvé: atualidade e perspectivas 1945-2018

VI Docomomo SP – chamada de lançamento de livros, periódicos e filmes

Chamada: lançamentos e divulgação de livros, periódicos e filmes

Trabalhos em primeira edição do ano 2017 ou 2018                       

ENVIAR proposta de lançamento até o dia 10/09/2018 PARA O E-MAIL: 6seminariodocomomosp@iau.usp.br

VI Seminário Docomomo SP – programação final

VI Seminário Docomomo SP – oficinas urbanas – inscrições abertas!

Encontram-se abertas as inscrições para as Oficinas Urbanas do VI Seminário Docomomo Núcleo SP. Além dos membros da organização, a oficina conta com os seguintes oficiantes: Artur Bignelli (IAU USP), Camile Vecchi Pacheco (IAU USP), Daniel Nardini Marques (IAU USP), Prof. Dr. David Sperling (IAU USP), Mariane Cardoso de Santana, (IAU USP), Paul Newman dos Santos (IAU USP). As oficinas serão realizadas também com apoio especial da Fundação Pró-Memória.

As oficinas são gratuitas. Para realizar inscrição, clique aqui

4o CATS Cataguases: inscrições abertas!

Encontram-se abertas as inscrições para a quarta edição do Congresso de Arquitetura, Turismo e Sustentabilidade – CATS Cataguases, que vai reunir centenas de profissionais, estudantes, pesquisadores e público em geral para debaterem sobre a preservação do patrimônio histórico. O congresso vai ocorrer entre os dias 27 e 30 de Setembro de 2018. As inscrições para apresentação de trabalhos acadêmicos se encerraram em 10 de Agosto de 2018.

O encontro, cujo tema será “Plano Diretor: desafio para cidades de pequeno porte“, constará de palestras, mesas-redondas, sessões de comunicação, oficinas de capacitação, cursos e visitas guiadas aos bens tombados.

O congresso tem por objetivo criar em Cataguases um polo de encontro e de discussão sobre a preservação do patrimônio edificado na cidade. Segundo Elisabete Kropf, empreendedora do evento, o intuito é apresentar a todos os participantes a importância da arquitetura e da arte moderna, marcos que identificam a cidade, criados entre as décadas de 1940 e 1950.

O Congresso é destinado a estudantes de graduação e pós-graduação, profissionais, estudiosos, pesquisadores e professores das diferentes áreas de conhecimento que são afins aos campos arquitetônico e turístico, enfocando em especial a categoria da sustentabilidade. Também é aberto para participação de professores e alunos dos Ensinos Fundamental e Médio e gestores municipais.

O 4º CATS – 2018 é uma realização do Ministério da Cultura. Patrocínio da Bauminas através da Lei Federal de Incentivo à Cultura. Apoio da Fundação Ormeu Junqueira Botelho, Energisa, Centro Cultural Sicoob Coopemata, Sicoob Coopemata, FIC e Fundação Simão José Silva.

Para maiores informações, clique aqui

Moção de apoio ao tombamento do Hospital Especializado Octavio Mangabeira em Salvador e de repúdio ao projeto de reforma e modernização elaborado pelo Governo do Estado da Bahia

Fonte da imagem:  www.docomomo.org.br

 

 

 

 

 

O Hospital Santa Terezinha, atualmente HEOM, foi construído pela Construtora Odebrecht entre 1937 e 1942 e se constitui indiscutivelmente em um dos mais relevantes exemplares da arquitetura moderna na Bahia. Quando, entre 1942 e 1943, o Museum of Modern Art (MoMA) de Nova York realizou a exposição Brazil Builds: architecture new and old, 1652-1942, que representou a afirmação, em escala mundial, da arquitetura moderna brasileira, apenas dois edifícios baianos foram incluídos, sendo um deles o Hospital Santa Terezinha, o que demonstra o reconhecimento internacional de sua arquitetura.

Os arquitetos e pesquisadores participantes do 7o Seminário Docomomo Norte/Nordeste aproveitam ainda para registrar seu repúdio ao projeto de reforma e modernização do Hospital Especializado Octavio Mangabeira (HEOM), em Salvador, recentemente divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia.

Apesar das diversas intervenções pelas quais o HEOM passou ao longo de mais de 70 anos de funcionamento, seus valores históricos e arquitetônicos mantiveram-se ate agora, em grande medida, preservados. O fechamento das varandas/solários do HEOM com vidros, as alterações nos revestimentos das demais superficies das fachadas, atualmente pastilhadas, e a radical alteração no espaço interno do edifício, com a demolição de diversas paredes, dentre outros aspectos do projeto de reforma e modernização ora proposto pelo Governo do Estado da Bahia, representarão, se realizados, a completa descaracterização de uma das mais importantes arquiteturas erguidas na Bahia no século XX.

Manaus, 14 de agosto de 2018

Edital de Seleção Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo – Universidade de Brasília

Edital de Seleção Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo – Universidade de Brasília

O Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo (PPG-FAU/UnB) torna público que estão abertas inscrições para o processo de seleção de 01 (um) candidato para o Programa Nacional de Pós- Doutorado – PNPD/CAPES, no período 18 de junho a 20 de julho de 2018, para exercer atividades de pesquisa e docência em regime integral.

Sobre o Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo – Universidade de Brasília

Desde 1962, o Programa de Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo da Universidade de Brasília promove a formação Stricto Sensu de profissionais dentro de um escopo multidisciplinar das diferentes áreas acadêmicas da Arquitetura e Urbanismo. Hoje, este programa conta com 44 orientadores credenciados. O PPG-FAU se organiza dentro de três Áreas de Concentração, subdivididas em nove Linhas de Pesquisa.

I  – PROJETO E PLANEJAMENTO

A área de Projeto e Planejamento abarca estudos sobre políticas, planos e gestão em escalas diversas, do edifício ao território. As pesquisas voltadas para o âmbito edilício envolvem estratégias projetuais, configuração, representação e acessibilidade. Entre os temas diversos dos estudos relacionados ao urbano, podem-se citar análises e proposições sobre planejamento urbano e territorial, legislação, reabilitação, regularização fundiária urbana e mobilidade.

1.  Projeto e Planejamento edilício

Projeto e planejamento edilício, com foco em processos, estratégias projetuais e de representação. Acessibilidade. Configuração edilícia. Ensino de projeto. Conceitos, projeto e planejamento da habitação urbana e rural. Política, planejamento e gestão de empreendimentos habitacionais. Pesquisadores: Cláudia Naves David Amorim, Jaime Gonçalves de Almeida, Julia Issy Abrahão e Raquel Naves Blumenschein.

 2.  Projeto e Planejamento urbano e regional

Teoria e prática de planejamento, projeto e gestão nas escalas local, urbana, metropolitana, regional e territorial. Conhecimento analítico, interdisciplinar e propositivo do espaço e da forma, da cidade, paisagem e infraestrutura nas múltiplas escalas. Configuração, revitalização e reabilitação do espaço público. Legislação urbanística, edilícia, ambiental e patrimonial, leis de uso e ocupação do solo, planos e projetos urbanísticos. Mobilidade urbana e regional. Pesquisadores: Benny Schvarsberg, Frederico Rosa Borges de Holanda, Gabriela de Souza Tenório, Julia Issy Abrahão, Liza Maria Souza de Andrade, Luciana Saboia Fonseca Cruz, Márcio Augusto Roma Buzar, Marcos Thadeu Queiroz Magalhães, Maria do Carmo de Lima Bezerra, Marta Adriana Bustos Romero, Mônica Fiuza Gondim, Paulo Roberto Carvalho Tavares, Rômulo José da Costa Ribeiro e Valério Augusto Soares de Medeiros.

II  – TEORIA, HISTÓRIA E CRÍTICA

A área de concentração Teoria, História e Crítica realiza pesquisas em torno dos processos históricos de concepção, transformação e reflexão sobre arte, arquitetura e cidade. A formação nessa área transita desde os fundamentos epistemológicos e sociais da cultura material até a articulação crítica do pensamento sobre o patrimônio cultural, passando pelo estudo empírico e documental, com metodologias diversas e enfoque interdisciplinar. Acolhe recortes espaço-temporais diversos, com ênfase na região de Brasília em perspectiva diacrônica.

1.  História e Teoria da Arquitetura

Estudo teórico, histórico e historiográfico da arquitetura, estabelecendo interfaces com disciplinas afins, privilegiando sua dimensão cultural de forma mais complexa e crítica. Para mais detalhes das atividades desta linha de pesquisa, conheça também o Laboratório de Estudos da Urbe – LabeUrbe. Pesquisadores: Carlos Henrique Magalhães de Lima, Eduardo Pierrotti Rossetti, Elane Ribeiro Peixoto, Maria Fernanda Derntl, Paulo Roberto Carvalho Tavares, Pedro Paulo Palazzo de Almeida, Ricardo Trevisan e Sylvia Ficher.

2.  História e Teoria da Cidade e do Urbanismo

Processos históricos e as bases teóricas de produção, transformação e gestão das cidades e do espaço urbano, nas suas múltiplas escalas e temporalidades, afirmando a cidade e o urbano como objetos de interesse multidisciplinar. Para mais detalhes das atividades desta linha de pesquisa, conheça também o Grupo de Pesquisa em História do Urbanismo e da Cidade – GPHUC e o Laboratório de Estudos da Urbe – LabeUrbe. Pesquisadores: Ana Elisabete de Almeida Medeiros, Carlos Henrique Magalhães de Lima, Carolina Pescatori Candido da Silva, Elane Ribeiro Peixoto, Frederico Rosa Borges de Holanda, Luciana Saboia Fonseca Cruz, Maria Fernanda Derntl, Ricardo Trevisan, Rodrigo Santos de Faria, Sylvia Ficher e Valério Augusto Soares de Medeiros.

3.  Patrimônio e Preservação

Abordagens de cunho teórico e historiográfico sobre a preservação e conservação do patrimônio cultural arquitetônico e urbano, em suas manifestações tradicionais e recentes. Perspectiva multidisciplinar, discutindo os processos de musealização, patrimonialização, turismo e indústria cultural, tecnologia, projeto e gestão. Esta Linha de Pesquisa se propõe como eixo articulador de estudos interdisciplinares, sendo a formação específica da linha complementada com conteúdos das demais Linhas de Pesquisa em todas as Áreas de Concentração. Para mais detalhes das atividades desta linha de pesquisa, conheça também o Laboratório de Estudos da Urbe – LabeUrbe. Pesquisadores: Ana Elisabete de Almeida Medeiros, Cláudia da Conceição Garcia, Eduardo Pierrotti Rossetti, Elane Ribeiro Peixoto, José Manoel Morales Sánchez, Pedro Paulo Palazzo de Almeida, Sylvia Ficher e Vanda Alice Garcia Zanoni.

4.  Estética, Hermenêutica e Semiótica.

Estudos interdisciplinares em Estética, Filosofia da Arte e da Arquitetura, Teoria do Espaço, Semiótica da Cultura, Hermenêutica Filosófica, Epistemologia, Ética e Política. Análise, interpretação e comparação de obras de arte , de arquitetura e de fenômenos culturais, considerando as relações entre Arte, Arquitetura, Cidade e Paisagem. Para mais detalhes das atividades desta linha de pesquisa, conheça o NEHS – Núcleo de Estética, Hermenêutica e Semiótica. Pesquisadores: Cláudia da Conceição Garcia, Flávio Rene Kothe, Jaime Gonçalves de Almeida, Luciana Saboia Fonseca Cruz, Miguel Gally de Andrade e Sérgio Rizo Dutra.

III – TECNOLOGIA, AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE

A área de Tecnologia, Ambiente e Sustentabilidade compreende estudos relativos a técnicas e processos ligados à produção da Arquitetura e do ambiente construído, com especial atenção à questão da sustentabilidade. Os sistemas estruturais são estudados no âmbito específico da Arquitetura e etapas da construção, desde os projetos e técnicas de produção até seu desempenho são objeto de pesquisas. O contexto urbano comparece com pesquisas relativas a qualidade do espaço e sua gestão, reabilitação em seus aspectos físicos e socioambientais.

1.  Estruturas e Arquitetura

Sistemas estruturais, equilíbrio e desempenho estrutural na arquitetura. Estudo da forma e função estrutural. Modelagem física e computacional de estruturas. Arquitetura em aço. Arquitetura em concreto armado e protendido. Pesquisadores: Carlos Eduardo Luna de Melo, Cláudia Estrela Porto, Ivan Manoel Rezende Do Valle, João da Costa Pantoja, José Manoel Morales Sánchez, Júlio Eustáquio de Melo, Márcio Augusto Roma Buzar e Raquel Naves Blumenschein.

2.  Sustentabilidade, qualidade e eficiência do ambiente construído

Controle e avaliação ambiental integrada e tecnologias eficientes para projeto, construção, operação e reabilitação de edificações e áreas urbanas, revitalização da paisagem. Gestão ambiental urbana e infraestrutura. Condições bioclimáticas e tradições culturais. Qualidade de vida urbana, desempenho ambiental e eficiência: energia, água, materiais e resíduos. Pesquisadores: Caio Frederico e Silva, Carlos Eduardo Luna de Melo, Cláudia Naves David Amorim, Daniel Richard Sant’Ana, Jaime Gonçalves de Almeida, Janes Cleiton de Oliveira, João da Costa Pantoja, Liza Maria Souza de Andrade, Márcio Augusto Roma Buzar, Maria do Carmo de Lima Bezerra, Marta Adriana Bustos Romero e Raquel Naves Blumenschein.

3.  Tecnologia de Produção do Ambiente construído

Estudos relacionados à tecnologia de materiais, componentes , elementos , sistemas e processos, no âmbito da construção e sua materialização, envolvendo inovação tecnológica, aperfeiçoamento das técnicas construtivas e de produção, industrialização da construção, prototipagem e fabricação digitais. Avaliação da qualidade construtiva visando os estudos do estado de conservação, desempenho e vida útil das edificações, assim como a manutenção e reabilitação do ambiente construído. Pesquisadores: Carlos Eduardo Luna de Melo, Cláudia Estrela Porto, Daniel Richard Sant’Ana, Francisco Leite Aviani, Ivan Manoel Rezende Do Valle, Jaime Gonçalves de Almeida, João da Costa Pantoja, José Manoel Morales Sánchez, Júlio Eustáquio de Melo, Márcio Albuquerque Buson, Márcio Augusto Roma Buzar, Miguel Gally de Andrade, Neander Furtado Silva, Raquel Naves Blumenschein e Vanda Alice Garcia Zanoni.

Os    currículos     lattes    dos    docentes     credenciados     no    Programa    estão    disponíveis     em: http://www.ppgfau.unb.br/professores/corpo-docente

1. REQUISITOS DO CANDIDATO
  1. estar em dia com as obrigações eleitorais, em caso de ser brasileiro;
  2. não ter vínculo empregatício (celetista ou estatutário), ou apresentar declaração de afastamento da instituição de origem;
  3. não ser beneficiário de outra bolsa de qualquer natureza;
  4. não ser aposentado ou estar em situação equiparada;
  5. ter título de doutor ou ata de defesa em Arquitetura e Urbanismo ou áreas afins às linhas de pesquisa do programa, no momento da implementação da bolsa;
  6. ter seu currículo atualizado e disponível na Plataforma Lattes, ou se estrangeiro, currículo compatível com o modelo Lattes, segundo modelo em anexo;
  7. estar apto a iniciar as atividades relativas ao projeto tão logo seja aprovada a sua candidatura pela CAPES;
2. DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA INSCRIÇÃO
  1. ficha de inscrição (Anexo I);
  2. cópia do documento de identidade e CPF, ou número de passaporte;
  3. comprovante de residência;
  4. cópia do Diploma de Doutorado;
  5. cópia atualizada do currículo Lattes, ou se estrangeiro, currículo compatível com o modelo Lattes de acordo com modelo em anexo (Anexo II);
  6. cópia da tese de
  7. projeto de pesquisa relacionado a uma das linhas de pesquisa do PPG-FAU/UnB. O Projeto deverá ter entre 20.000 e 30.000 caracteres (com espaço), no máximo, em formato A4 com espaçamento 1,5, linhas com fonte Times New Roman, corpo 12. Na capa do Projeto de Pesquisa deverá ser indicado o nome do candidato,e título do projeto e linha de pesquisa. A proposta deverá conter: i) contextualização teórica, ii) justificativa da relevância do tema, iii) objetivos, iv) metodologia, v) resultados esperados, vi) cronograma e vii) referências;
  8. plano de atividades sobre como o candidato pretende contribuir para o Programa, tal como disciplinas a ministrar na Pós-Graduação e na Graduação, organização de evento, .
  9. duas cartas de recomendação.

As informações prestadas serão de inteira responsabilidade do candidato, dispondo a instituição do direito de excluir do processo seletivo aquele que fornecer dados comprovadamente inverídicos.

3. ATRIBUIÇÕES DO BOLSISTA SELECIONADO
  1. dedicar-se integralmente às atividades programadas junto ao Programa;
  2. desenvolver o projeto apresentado como requisito à candidatura da bolsa de pós- doutorado;
  3. publicar trabalhos acadêmicos;
  4. Participar e colaborar oportunamente em disciplinas existentes no âmbito da pós- graduação, de acordo com anuência da Linha de Pesquisa e dos professores responsáveis, bem como colaborar em disciplinas da graduação, conforme anuência do respectivo Departamento e dos professores responsáveis;
  5. fornecer ao Programa, no prazo solicitado, qualquer informação ou documentação referente a suas atividades no âmbito do PNPD;
  6. elaborar Relatório de Atividades Anual a ser submetido à aprovação do Programa de Pós- Graduação e encaminhar Relatório Final em até 60 (sessenta) dias após o encerramento da respectiva bolsa.

O bolsista poderá ser substituído no âmbito do programa de Pós-Graduação, a qualquer tempo, em casos de desempenho insuficiente, desistência, abandono ou não atendimento aos itens supracitados.

4. SELEÇÃO
  1. Os candidatos serão avaliados por uma Comissão Julgadora, especialmente constituída para essa finalidade, formada pelo coordenador do PPG-FAU/UnB e por mais três professores, um de cada área de concentração do
  2. O processo de seleção compreenderá a análise do projeto e currículo dos candidatos, assim como de entrevista presencial ou por vídeo conferência. Será indicado para receber a bolsa PNPD o candidato que, preenchendo os requisitos necessários, obtiver a maior pontuação final atribuída pela Comissão
  3. A seleção terá validade por um ano, ficando organizada a classificação dos candidatos em ordem decrescente para convocação em caso de desempenho insuficiente, desistência, abandono ou ocorrência de novas
5. BOLSA

A bolsa PNPD é uma bolsa de pós-doutorado no valor de R$ 4.100,00 (quatro mil e cem reais), a ser pago diretamente ao bolsista diretamente pela CAPES, com eventual possibilidade de financiamento de itens de custeio para uso exclusivo deste. A bolsa terá duração de 12 (doze) meses para professores ou pesquisadores afastados oficialmente de suas instituições, mas podendo ser renovada anualmente até atingir o limite máximo de 60 (sessenta) meses nos demais casos.

6. CRONOGRAMA 

18/06/2018: Início das inscrições.

20/07/2018: Término das inscrições.

30/07/2018: Divulgação do resultado no mural de avisos da Secretaria do Programa de Pós- Graduação.

7.CONSIDERAÇÕES FINAIS
  1. A inscrição do candidato implicará na aceitação das normas para o processo seletivo contidas neste
  2. Dúvidas e casos omissos serão resolvidos pela Coordenação e Comissão Julgadora do Programa, não cabendo
8.ENDEREÇO DO PROGRAMA

Programa de Pós-Graduação

Faculdade de Arquitetura e Urbanismo – FAU Universidade de Brasília – UnB

Campus Universitário Darcy Ribeiro Brasília – DF, 70910-900

Horário de atendimento: Segunda a sexta das 8h30m às 11h30m e das 14h30m às 17h30m Tel: + 55 61 3107 7442

9.CONTATO E ENTREGA DE DOCUMENTOS

Será admitida a inscrição somente via internet, no endereço eletrônico http://www.ppgfau.unb.br, solicitada no período entre 8 horas do dia 18 de junho de 2018 e 18 horas do dia 20 de julho de 2018.

O edital de seleção e os formulários de inscrição encontram-se disponíveis aqui.

Prof. Marcos Thadeu Queiroz Magalhães Coordenador do Programa de Pós-Graduação FAU-UnB

O site do Núcleo Docomomo São Paulo já está no ar!

 

 

 

Edifício Giselle. Projeto de Telésforo Giorgio Cristofani, 1968 / Foto Silvia Chiarelli

O Núcleo Docomomo SP foi o primeiro a se estabelecer após a criação do Docomomo Brasil. Desde então, organiza com regularidade eventos, debates, encontros, seminários e workshops. E agora anuncia o lançamento de sua página na internet.

Nós, do Docomomo Brasil, não poderíamos deixar de parabenizar a equipe pela iniciativa, desejando aos seus responsáveis sucesso em seus propósitos.

1° DOCOMOMO | CE – Seminário de Documentação e Conservação do Movimento Moderno no Ceará

 

 

 

 

 

O NÚCLEO DOCOMOMO CEARÁ, chancelado pelo Departamento de Arquitetura e Urbanismo (DAU) e o Programa de Pós Graduação em Arquitetura e Urbanismo e Design (PPGAU+D) da Universidade Federal do Ceará (UFC) realizou o 1° DOCOMOMO|CE – Seminário de Documentação e Conservação do Movimento Moderno no Ceará – na cidade de Fortaleza, de 27 de fevereiro a 01 de março de 2018 com a temática “Intervenção e Preservação da Arquitetura Moderna no Ceará: ações e desafios”.

O DOCOMOMO (sigla referente a International Working Party for Documentation and Conservation of Buildings, Sites and Neigbourhoods of Modern Movement) é uma organização internacional, atenta à documentação e conservação da Arquitetura Moderna no mundo. Anualmente – em reuniões internacionais, nacionais e regionais – arquitetos, urbanistas e historiadores debatem sobre os princípios modernistas e a sua permanência na atualidade.
O propósito do 1° Seminário de Documentação e Conservação do Movimento Moderno no Ceará foi estimular e contribuir para o intercâmbio de estudos, pesquisas e experiências de intervenção no processo de documentação e conservação do patrimônio edificado modernista no Ceará, enfatizando as ações e os desafios da preservação deste acervo.
O evento teve uma programação bastante diversificada e com a participação de docentes, arquitetos e urbanistas, estudantes de diversas instituições de ensino e preservação do patrimônio. Destaque para a palestra de abertura denominada “Conservação da Arquitetura Moderna: desafios e ações”, proferida pelo Prof. Dr. Fernando Moreira Diniz – DAU-MDU-UFPE, a mesa redonda “O Papel do Estado na Preservação da Arquitetura Moderna”, com a participação do Prof. Romeu Duarte Jr (DAU-PPGAU+D-UFC); do arquiteto Alexandre Jacó (Representante do IPHAN), do Secretário de Cultura Fabiano Piúba (SECULT-CE) e da Paola Braga (Representante da SECULT-FOR), do Lançamento do Livro “Projeto, Obra, Uso e Memória: a intervenção no patrimônio modernista no Norte e Nordeste”, organizado pelos Professores Clovis Jucá e Ricardo Paiva, além da mesa “Conversa com os mestres”, com a presença ilustre dos Professores Eméritos da UFC José Liberal de Castro e José Neudson Braga.
A programação do evento contou com apresentações orais de professores da UFC e UNIFOR e de alunos do PPGAU+D, distribuídas em quatros sessões: Trajetórias Profissionais; Inventário e Tombamento da Arquitetura Moderna; Preservação, Intervenções e Dinâmicas Contemporâneas e Tipologias Modernas. Os resultados das comunicações e debates deverão ser reunidos em uma coletânea de artigos e publicados como e-book.
O debate promovido pelo evento foi bastante profícuo e para efeito de sua divulgação e alcance para a sociedade, uma vez que se trata de uma ação extensionista do DAU-UFC, foi prevista a produção da “Carta de Fortaleza – Direito à Arquitetura Moderna”, que sintetiza os desdobramentos e encaminhamentos suscitados pelo evento, alinhados ao desiderato do Núcleo DOCOMOMO CEARÁ e do DOCOMOMO Brasil, conforme segue na sequência.

CARTA DE FORTALEZA DIREITO À ARQUITETURA MODERNA
A relevância do 1° DOCOMOMO | CE – SEMINÁRIO DE DOCUMENTAÇÃO E CONSERVAÇÃO DO MOVIMENTO MODERNO NO CEARÁ, realizado pelo Núcleo DOCOMOMO Ceará, se evidencia na necessidade de debater aspectos relativos à teoria, história, crítica, documentação, intervenção e conservação do patrimônio moderno e sua dimensão socioespacial, cultural e histórica na contemporaneidade.
A desvalorização da arquitetura moderna no Brasil e no Ceará se justifica em grande medida pela dinâmica da urbanização contemporânea, que reflete e reproduz a lógica do processo de acumulação atual, identificada com a mercantilização de tudo e a supremacia do “consumo” no/do espaço, acelerando o processo de destruição e (des)construção e comprometendo a permanência dos artefatos urbanos e arquitetônicos de vários tempos passados.
Os dilemas da conservação dos edifícios modernos se manifestam na negação do seu valor cultural e histórico passado e presente, agravado por algumas das tendências da arquitetura contemporânea, que incorporam o efêmero e o fugaz como pressuposto para sua produção, percepção e até mesmo como mote para intervenção no patrimônio moderno.
Neste contexto, com base na temática central do evento “Intervenção e Preservação da Arquitetura Moderna no Ceará: ações e desafios”, serão elencados a seguir objetivos estratégicos fundamentais em defesa do direito à arquitetura moderna.
– Estreitar os vínculos institucionais do Núcleo DOCOMOMO Ceará com os órgãos responsáveis pela preservação do patrimônio edificado no Ceará, como a Superintendência do Ceará do Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional – IPHAN, a Secretaria de Cultura do Governo do Estado do Ceará – SECULT-CE e a Secretaria de Cultura da Prefeitura Municipal de Fortaleza – SECULTFOR, além dos conselhos afetos ao assunto, como o Conselho Estadual do Patrimônio – COEPA e o Conselho Municipal de Proteção ao Patrimônio Histórico-Cultural – COMPHIC. Pretende-se articular a produção de inventários e instruções de tombamento de edifícios modernos no Ceará e em Fortaleza, além de outras ações por meio da atuação dos Laboratórios de Pesquisa do DAU-PPGAU+D-UFC (Atelier de Patrimônio Cultural – APC, Laboratório de Crítica em Arquitetura, Urbanismo e Urbanização – LoCAU) e do Curso de Arquitetura e Urbanismo da UNIFOR (Laboratório da Paisagem).
– Articular as ações do Núcleo DOCOMOMO Ceará com o Conselho de Arquitetura e Urbanismo – do Ceará – CAU-CE e o Departamento do Ceará do Instituto dos Arquitetos do Brasil– IAB-CE, preconizando que a preservação da arquitetura moderna constitui uma questão atinente às entidades responsáveis pela prática e política profissionais dos arquitetos e urbanistas.
– Estabelecer convênios com as instituições supracitadas para a captação de recursos para o desenvolvimento de ações e projetos de documentação, conservação e intervenção no patrimônio modernista no Ceará.
– Considerar o campo ampliado relacionado à modernidade arquitetônica no Ceará, admitindo sua amplitude temporal, relacionada à coexistência de diversas expressões da modernidade, como os movimentos proto-racionalistas, proto-modernos e Art Déco, em sua amplitude geográfica, abrangendo todo o Estado do Ceará, bem como as suas variadas escalas e manifestações, valorizando as expressões do urbanismo, da arquitetura, do paisagismo, do design e do mobiliário no contexto da arte moderna.
– Divulgar nos meios de comunicação acadêmicos e públicos em geral, assim como nas mídias digitais, as ações do Núcleo, denunciando situações de ameaças aos conjuntos urbanísticos, paisagísticos e arquitetônicos modernos.
– Promover a integração dos núcleos de pesquisa envolvidos com a preservação cultural de forma inter e transdisciplinar, respaldando as ações do recém criado Centro de Preservação Cultural – CPC – da UFC e destes com universidades, centros universitários e faculdades de Arquitetura e Urbanismo da cidade de Fortaleza e municípios do Ceará.
– Realizar reuniões e eventos periódicos como forma de acompanhamento das ações do Núcleo DOCOMOMO Ceará, incluindo a participação nas atividades e eventos organizados pelo DOCOMOMO Brasil e seus demais núcleos regionais.
Por fim, a Carta de Fortaleza – Direito à Arquitetura Moderna, é um manifesto em defesa da preservação da arquitetura moderna no Ceará, da sua memória e dos seus agentes, à luz de uma perspectiva crítica e propositiva do seu legado histórico, cultural e artístico.

Fortaleza, 01 de março de 2018.

Profa. Dra. Margarida Julia Sales Andrade – Coordenadora Núcleo DOCOMOMO Ceará
Profa. Dr. Beatriz Helena Nogueira Diógenes
Prof. Dr. Clovis Ramiro Jucá Neto
Prof. Dr. Ricardo Alexandre Paiva
Prof. Dr. Romeu Duarte Junior

Student workshop: Education to everybody – structures in Ljubjana. Prazo para inscrições se encerram em 24/04

 

 

 

 

 

 

Bezigrad Gymnasium. Foto divulgação

Por DOCOMOMO International e DOCOMOMO Eslovênia.

Aos estudantes e professores participantes do 15th International DOCOMOMO Conference: as inscrições para participação no workshop “educação para todos: estruturas em Ljubljana” se encerram no próximo dia 24/04. Para inscrições de grupos (onde o tutor registra um grupo de alunos para o workshop), pedimos aos tutores que preencham o formulário excel com todas as informações e enviem para registration@cd-cc.si. Observe que, para inscrições de grupos, a submissão de carta de motivação e currículos é feita anteriormente pelo tutor.

Maiores informações em: http://docomomo2018.si/index.php/student-workshop