O moderno em prosa e risco

No último dia 16 de novembro, realizou-se na sede do IAB RJ o primeiro evento preparatório para o IV Docomomo Rio 2017. O evento foi aberto pelo presidente do IAB-RJ, Pedro da Luz, sendo chamados para compor a mesa inicial os professores Renato Gama-Rosa (COC/Fiocruz) e Andréa Borde (PROURB/UFRJ), coordenador e vice do Docomomo-Rio, respectivamente, e Margareth Pereira (PROURB/UFRJ) para apresentarem e discutirem o tema O Moderno no Rio: do Risco ao Risco, que norteará as discussões do próximo seminário Docomomo Rio. 

Margareth Pereira iniciou sua palestra recuperando a noção de passado e de prospecção de futuro na relação com o patrimônio, ao lembrar uma série de intervenções que ocorreram na cidade do Rio do século XIX até os dias de hoje. Para Margareth os projetos realizados na cidade, desde Lauro Muller e Pereira Passos até às obras do Porto Maravilha, passando por Agache, Dodsworth e Carlos Lacerda, sempre lidaram com destruição, construção e reconstrução e, nesses casos, o patrimônio foi se reconfigurando para atender ao processo de transformação da cidade. Ela chamou atenção para o fato que tais projetos, de uma forma mais positiva que outros, agiam com base em planejamento, ausente nas intervenções contemporâneas. Concluiu sua palestra conclamando as instituições, em especial o Docomomo e o IAB, para juntarem esforços em ações de tomada de consciência quanto à conservação do patrimônio moderno no Rio de Janeiro, indicando possíveis caminhos para as próximas discussões que levarão ao IV Docomomo Rio.

Evento preparatorio docomomo rio realizado no IAB-RJ

 

Na mesma ocasião, a pesquisadora Ana Esteban Maluenda (Universidade Politecnica de Madrid), fez palestra de lançamento do livro La Architectura Moderna en Latinoamerica, por ela organizado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *