Coleção Revisões e Ampliações da Arquitetura e do Urbanismo Modernos no Brasil, organizada pelo Prof. José Carlos Huapaya Espinoza

REVISÕES E AMPLIAÇÕES DA ARQUITETURA E DO URBANISMO MODERNOS NO BRASIL

A coleção Revisões e Ampliações da Arquitetura e do Urbanismo Modernos no Brasil é composta de um total de 25 textos organizados em dois volumes: Parte 1. História e Historiografia / Teoria e Práticas de Intervenção, Preservação e Restauração e Parte 2. O Modernismo como Cultura / Inventário e Documentação. Este conjunto de trabalhos constituem-se em uma seleção das contribuições de pesquisadores de todo o Brasil e da América Latina elaboradas para o 13º Seminário Docomomo_Brasil, realizado na Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal da Bahia entre os dias 7 a 10 de outubro de 2019 e organizado pelo Docomomo_Brasil Núcleo Ba.Se.

A realização desse evento é mais do que significativo na medida em que o Seminário volta para o mesmo local onde acontecera a primeira edição, em 1995, e que teve como tema central (Re)Discutindo o modernismo. Universalidade e Diversidade do Movimento Moderno em Arquitetura e Urbanismo no Brasil. Nesse sentido, esta coletânea de um lado, propõe não só revisar e ampliar a produção desenvolvida nos últimos 25 anos de realização dos seminários, com um olhar simultaneamente retrospectivo e, em especial, prospectivo, olhando para o futuro e apontando e preenchendo vazios da historiografia; mas, também, procura entendê-la a partir de eventuais redes e articulações nacionais e internacionais.

O primeiro volume da coleção se estrutrua em dois eixos: História e Historiografia / Teoria e Práticas de Intervenção, Preservação e Restauração. O primeiro deles coloca em discussão questões como a escrita da história e da historiografia partindo do global ao particular, ampliando e tencionando fontes, arquivos, redes de profissionais, instituições e outros agentes produtores da arquitetura e do urbanismo modernos no Brasil; além da historicização de processos e procedimentos de projeto e de construção. Já o segundo eixo volta-se para as teorias e práticas de intervenções de conservação, preservação e restauração do legado arquitetônico, urbanístico e paisagístico moderno no Brasil a partir de estudos de caso, projetos e obras.

Já o segundo volume foi organizado, também, em dois eixos: O Modernismo como Cultura / Inventário e Documentação. O primeiro dos eixos tem por objetivo refletir sobre o campo ampliado do Movimento Moderno através da circulação de seu ideário e nos diálogos estabelecidos em escalas nacionais e internacionais; interessa-nos, também, explorar os limites entre a síntese e integração das artes. O segundo eixo propõe discutir questões relacionadas à produção de inventários de obras e conjuntos modernistas e, também, às problemáticas e possibilidades surgidas a partir dos registros e digitalização de acervos, preservação de acervos documentais físicos e digitais e acesso à informação do patrimônio moderno. O sumário pode ser acessado aqui.

Esta coletânea de textos aponta para um conjunto de pesquisas emergentes que contribuem para um olhar mais alargado e diversificado do movimento moderno em arquitetura e urbanismo do país. Assim, esperamos que este livro sirva de ponto de partida e de inflexão para futuros trabalhos que se debrucem nas questões aqui abordadas.

A coleção patrocinada pelo CNPq foi organizada pelo Prof. José Carlos Huapaya Espinoza e foi editada pelo PPGAU/UFBA e a EDUFBA e traz as contribuições de pesquisadoras e pesquisadores de todo o Brasil e latino-americanos.

O lançamento dos livros ocorrerá no Congresso Virtual da UFBA 2021 e no VI ENANPARQ. Mais informações sobre os livros podem ser encontradas nos links:
 
Para adquirir algum dos exemplares, a venda será feita através do e-mail: lab20ufba@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *